2012/12/30 Espinhaço de Cão e Cântaro Gordo (Serra da Estrela)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

2012/12/30 Espinhaço de Cão e Cântaro Gordo (Serra da Estrela)

Mensagem  trilhosdeideias em 2012-12-14, 14:08

Caminhadas de Montanha
Parque Natural da Serra da Estrela

Para mais informações consulte a página do evento, aqui!

Subir a Serra desde o Covão d'Ametade até ao planalto da Torre, contornando o imponente Cântaro Magro e subindo ao cume do Cântaro Gordo. O "outro lado" da Estrela, numa caminhada de montanha fisicamente exigente, destinada a caminheiros e pessoas activas que procuram experiências intensas!

Siga o nosso Trilho e apaixone-se pela Serra!



No Espinhaço de Cão, com vista para o Covão do Ferro

O Covão d'Ametade será o ponto de partida para mais esta caminhada de montanha pela zona dos Cântaros e planalto serrano.

O trilho de montanha que nos conduz desde o Vale Glaciário do Zêzere ao planalto serrano percorre suavemente a Nave de Santo António antes de iniciar a subida ao longo do Espinhaço de Cão. Aqui, no trilho que é conhecido por "Trilho do Major" a vista fantástica sobre o Vale Glaciário de Alforfa e as cascalheiras do Alto da Pedrice até nos faz esquecer do elevado desnível que estamos a superar!

Em breve estaremos no Covão do Boi, lugar de curiosas formações rochosas - as "queijeiras", blocos pedunculados formados pela acção da passagem das massas de gelo durante os períodos glaciários.

A vegetação esparsa reflecte os rigores do clima de montanha. Nas paredes rochosas do Cântaro Magro e ao longo do planalto podemos encontrar o Zimbro (Juniperus communis subsp. alpina) ou a Caldoneira (Echinospartum ibericum), arbustos estes que crescem modelados à forma das rochas para fazer frente à força dos ventos. Mais raramente, podemos aqui encontrar algumas espécies únicas como a Argençana-dos-pastores (Genteana lutea) ou o endemismo estrelense Silene foetida subsp. foetida.

Com alguma sorte poderemos aqui surpreender um raríssimo Melro-de-peito-branco (Turdus torquatus), a mais comum Ferreirinha-alpina (Prunella collaris) ou sermos sobrevoados por algum bando de Gralhas-de-bico-vermelho (Pyrrhocorax pyrrhocorax).

O cume do Cântaro Gordo a 1.876m acima do nível do mar já se avista, destacado sobre o Covão Cimeiro. Chegar ao cume será a "cereja em cima do bolo" numa caminhada de montanha recheada de pontos de excepcional interesse. Uma merecida pausa para contemplar a Serra e o Covão d'Ametade que, lá em baixo, aguarda o nosso regresso.

Para conhecer um pouco mais da diversidade do nosso maior Parque Natural ou para simplesmente desfrutar da fuga da metrópole e mergulhar nestas paisagens de postal, segue o nosso Trilho e vem apaixonar-te pela Serra!




Programa

- Encontro com os participantes: 9 horas no Covão d'Ametade - Vale Glaciário do Zêzere (ver mapa abaixo)

- Duração prevista: 6 a 7 horas

- Desnível acumulado: 700 m

- Grau de Dificuldade: Exigente

- Percurso circular por trilhos de montanha

- Pontos de Interesse: Covão d'Ametade, Vale Glaciário do Zêzere, Nave de Santo António, Espinhaço de Cão, Vale Glaciário de Alforfa, Covão do Boi, Cântaro Magro, Cântaro Gordo, Covão Cimeiro
avatar
trilhosdeideias

Mensagens : 22
Data de inscrição : 12/04/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum